Secretaria de estado da educaçÃO




НазваниеSecretaria de estado da educaçÃO
страница37/39
Дата27.09.2012
Размер4.05 Mb.
ТипДокументы
1   ...   31   32   33   34   35   36   37   38   39

7.11. METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA


EMENTA: Concepções de ciência e de conhecimento matemático das Escolas Tradicional, Nova, Tecnicista. Construtivismo e Pedagogia Histórico-Crítica. Pressupostos teórico-metodológicos do ensino e aprendizagem de Matemática e/ou tendências em Educação Matemática. Conceitos matemáticos, linguagem matemática e suas representações. Cálculos e/ou algoritmos. Resolução de problemas. Etnomatemática. Modelagem matemática. Alfabetização tecnológica. História da matemática. Jogos e desafios. Pressupostos teórico-metodológicos da alfabetização matemática.


Indicações Bibliográficas


ALTHUSSER, L. Sobre a reprodução. Rio de Janeiro: Vozes, 1999.


ALVES, G. A. A produção da escola pública contemporânea. Campinas, 1998. Tese (Doutorado). ALVES, J. Educação matemática & exclusão social. Brasília: Plano, 2002.


BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2004. BARRETO, E. S. de S. (org.) Os currículos do ensino fundamental para as escolas brasileiras. Campinas: Autores Associados/Fundação Getúlio Vargas, 1998.


BICUDO, M. A. V. (org.) Educação matemática. São Paulo: Moraes, s.d. BICUDO, M. A. V. (org.) Pesquisa em educação matemática: concepções e perspectivas, São Paulo: Unesp, 1999.


BICUDO, M. A. V. A história da matemática: questões historiográficas e políticas e reflexos na educação matemática. São Paulo: UNESP, 1999.


BRANDÃO, C. R. LDB passo a passo: lei de diretrizes e bases da educação nacional (Lei n 9394/96), comentada e interpretada artigo por artigo. São Paulo: o Avercamp, 2003.


BRANDÃO, C. R. O que é educação? São Paulo: Brasiliense, 1986. BRITO, M. R. F. de. (org.) Psicologia da educação matemática: teoria e pesquisa. Florianópolis: Insular, 2001.


CAMBI, F. História da pedagogia. São Paulo: UNESP, 1999.


CAMPOS, T. M. M.; NUNES, T. Tendências atuais do ensino e aprendizagem da matemática. Brasília: UnB, 1994.


CANDAU, V. M. (org.) Didática, currículo e saberes escolares. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.


CANDAU, V. M. A Didática em questão. Rio de Janeiro: Vozes, 1986.


CARAÇA, B. J. Conceitos fundamentais da matemática. Lisboa: Livraria Sá da Costa Editora, 1984. CARVALHO, D. L. de. Metodologia do ensino da matemática. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1994.


CHEVALLARD, Y. Estudar matemáticas: o elo perdido entre o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2001. COMENIUS. Didática magna. São Paulo:


Martins Fontes, 2002. CONDORCET, M. J. N. C. Matemáticas y sociedad. México: Fondo de Cultura Económica, 1990.


D’AMBROSIO, U. A história da matemática: questões historiográficas e políticas e reflexos na educação matemática. São Paulo: UNESP, 1999.

D’AMBROSIO, U. A era da consciência. São Paulo: Peirópolis, 1997.

D’AMBROSIO, U. Da realidade à ação: reflexões sobre educação e matemática.Campinas: Summus, 1986.

D’AMBRÖSIO, U. Educação matemática: da teoria à prática. Campinas: Papirus,1996. D’AMBROSIO, U. Educação para uma sociedade em transição. Campinas:


Papirus, 1999.


D’AMBROSIO, U. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. D’AMBROSIO, U. História da matemática e educação.


Caderno CEDES, Campinas, n. 40, p. 7-17, 1996. DAVIS, P. J.; HERSH, R. A experiência matemática. Rio de Janeiro: Alves, 1989. DUARTE, N. (org.). Sobre o construtivismo, construtivismo piagetiano: considerações críticas à concepção de sujeito e objeto. Campinas: Autores Associados, 2000.


DUARTE, N. A individualidade para - si: contribuições a uma teoria histórico-social da formação do indivíduo. Campinas: Autores Associados, 1999. DUARTE, N. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. Campinas: Autores Associados, s.d. FIORENTINI, D. Rumos da pesquisa brasileira em educação matemática: o caso da produção científica em cursos de pós-graduação. Campinas, 1994. Universidade Estadual de Campinas. Tese (Doutorado).


FIORENTINI, D.; MIORIN, M. A. Por trás da porta, que matemática acontece? Campinas: Unicamp, 2001.


FRANCHI, A. Considerações sobre a teoria dos campos conceituais. Educação matemática: uma introdução. São Paulo: EDUC, 1999.


GENTILI, P. (org.). Pedagogia da exclusão: crítica ao neoliberalismo em educação.


9. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.


GIARDINETTO, J. R. B. Matemática escolar e matemática da vida cotidiana. Campinas: Autores Associados, 1999.


GOLDDDFARB, A. M. A. História da ciência. São Paulo: Brasiliense, 1994.


GUEVARA, A. J. de H.; HÖEFFEL, J. L.; VIANA, R.M.; D’AMBRÓSIO, U. Conhecimento, cidadania e meio ambiente. Petrópolis: Vozes, 1998. v. 2.


HALMENSCHLAGER, V. L. da S. Etnomatemática: uma experiência educacional. São Paulo: Summus, 2001. HOGBEN, L. Maravilhas da matemática: influência e função da matemática nos conhecimentos humanos. 2. ed. Porto Alegre: Globo, 1970.


KLEIN, L. R. Uma leitura de Piaget sob a perspectiva histórica. 1996.


Tese (Doutorado) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. KLEIN, L. R. Alfabetização: quem tem medo de ensinar? São Paulo: Cortez, 1997.


KLINE, M. O fracasso da matemática moderna. São Paulo: Ibrasa, 1976.


KRULIK, S.; REYS, R. E. (org.) A resolução de problemas na matemática escolar. São Paulo: Atual, 1997. LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 2000.


LIMA, E. L. et al. A matemática do ensino médio . Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Matemática, 1998. LINS, R. C. I.; GIMENEZ, J. Perspectiva em aritmética e álgebra para o século XXI. Campinas: Papirus/SBEM, 1997.


LOPES, E. M. T.(org.) 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.


LORENZATO, S.; FIORENTINI, D. Iniciação à investigação em educação matemática. Campinas: CEMPEM/COPEMA, 1999. LUNGARZO, C. O que é matemática? São Paulo: Brasiliense, 1989.


LURIA, A. R. Curso de psicologia geral.São Paulo: Civilização Brasileira, 1993 . v.1.


LURIA, A. R. Pensamento e linguagem: as últimas conferências de Luria. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.


MACHADO, N. J. Epistemologia e didática: as concepções de conhecimento e inteligência e a prática docente. São Paulo: Cortez, 1999.


MACHADO, N. J. Matemática e realidade. São Paulo: Cortez, 1987.


MACHADO, S. D. A. et al. Educação matemática: uma introdução. São Paulo:EDUC, 1999.


MARX, K. Cartas: Marx a P. V. Annenkov. In: MARX, K.; ENGELS, F. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-Ômega, s. d. v. 3.


MARX, K. e ENGELS, F. A ideologia alemã (Feuerbach). 11. ed. São Paulo: Hucitec, 1999.


MICOTTI, M. C. de O. O ensino e as propostas pedagógicas. Pesquisa em educação matemática: concepções & perspectivas. São Paulo: UNESP, 1999.


MIGUEL, A. Três estudos sobre história e educação matemática. Campinas, 1993. Tese (Doutorado). Universidade Estadual de Campinas.


MIORIN, M. A. Introdução à história da educação matemática. São Paulo: Atual, 1998.


MOYSÉS, L. Aplicações de Vygotsky à educação matemática. Campinas: Papirus, 1997.


OTTE, M. O formal, o social e o subjetivo: uma introdução à filosofia e à didática da matemática. São Paulo: UNESP, 1999.


PAIS, L. C. Didática da matemática: uma análise da influência francesa. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. PEREIRA, C. P. da. A matemática no Brasil: uma história do seu desenvolvimento. São Leopoldo: Unisinos, 1999.


PEREIRA, O. O que é teoria. 9. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.


PIAGET, J. Epistemologia genética. São Paulo: Martins Fontes, 2002.


PILETTI, N. Psicologia educacional. São Paulo: Ática, 1997.


PIRES, C. M. C. Currículos de matemática: da organização linear à idéia de rede. São Paulo: FTD, 2000. POLYA, G. A arte de resolver problemas. Rio de Janeiro: Interciência, 1995.


POZO, J. I. (org.) A solução de problemas: aprender a resolver, resolver para aprender. Porto Alegre: Artmed, 1998. SAVIANI, D. Escola e democracia. 9. ed. São Paulo: Cortez, 1983.


SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, 1997.

SCHAFF, A. A sociedade informática. São Paulo: UNESP /Brasiliense, 1990.


SCHEFFER, N. F. Modelagem matemática: uma abordagem para o ensino-aprendizagem da matemática. Educação Matemática em Revista. Porto Alegre, v. 1. p. 11-15, jun. 1999.


SCHLIEMANN, A.; CARRAHER, D. A compreensão de conceitos aritméticos: ensino e pesquisa. Campinas: Papirus, 1998.


SILVA, C .P. da. A matemática no Brasil: uma história de seu desenvolvimento. 2. ed. São Leopoldo: UNISINOS, 1999.


SKOVSMOSE, O. Educação matemática crítica: a questão da democracia. Campinas: Papirus, 2001.


TAHAN, M. Didática da matemática. São Paulo: Saraiva, 1962. v. 2.


VALENTE, W. R. Uma história da matemática no Brasil. São Paulo: Annablume-FAPESP, 1999.


VASCONCELLOS, C. dos S. Avaliação da aprendizagem: práticas de mudança: por uma práxis transformadora. São Paulo: Libertad, 1998.


VASCONCELLOS, C. dos S. Construção do conhecimento em sala de aula. São Paulo: Libertad, 2002.


VASCONCELOS, M. L. M. C. Disciplina, escola e contemporaneidade. São Paulo: Mackenzie, 2001.


VÁSQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.


VERGANI, T. Educação etnomatemática: o que é? Lisboa: Pandora, 2000.


VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1998.


VYGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1993.


7.12. METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA


EMENTA: História e memória social. As finalidades do ensino de História na sociedade brasileira contemporânea. A transposição didática da história e a construção da compreensão e explicação histórica. Relação entre a construção da noção de tempo e espaço e leitura do mundo pela criança. Otrabalho com as fontes históricas . Objetivos e conteúdos programáticos de históriados anos iniciais do Ensino Fundamental. Planejamento, seleção e avaliação em história. Análise crítica do material didático.


Indicações Bibliográficas


BURKE, P. A escola dos annales 1929-1989: a revolução francesa da historiografia. São Paulo: UNESP, 1997.


CAMARGO, D. M. P. de.; ZAMBONI, Ernesta. A Criança, novos tempos, novos espaços: a história e a geografia na escola. Em Aberto, Brasília, v.7, n. 37, p. 25-30, jan./mar. 1988.


CARDOSO, C. F. S. Uma introdução à história. São Paulo: Brasiliense, 1988.


CITRON, S. Ensinar a história hoje: a memória perdida e encontrada. Lisboa: Livros Horizonte, 1990.


HOBSBAWN, E. A história de baixo para cima. In: HOSBAWN, E. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.


HOSBAWN, E. A outra história -algumas reflexões. In: KRANTZ, F. A outra história: ideologia e protesto popular nos séculos XVII a XIX. Rio de Janeiro: Zahar, 1988. p. 18-33.


HUNT, Lynn. Apresentação: história, cultura e texto. In: HUNT, L. A nova história cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992.


LE GOFF, J. História e memória. São Paulo: Unicamp, 1992.


McLAREN, P. A vida nas escolas: uma introdução à pedagogia crítica nos fundamentos da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.


NADAI, E. A escola pública contemporânea: os currículos oficiais de história e o ensino temático. Revista Brasileira de História, São Paulo, v.6, n.11, p.99-116, set.1985/fev.1986.


NILDECOFF, M. T. A Escola e a compreensão da realidade. São Paulo: Brasiliense, 1982.


PENTEADO, H. D. Metodologia de ensino de história e geografia. São Paulo: Cortez, 1991.


SCHMIDT, M. A. O uso escolar do documento histórico. Caderno de História: Ensino e Metodologia, Curitiba, n. 2. 1997.


THOMPSON, E. P. A miséria da teoria. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.


7.13. METODOLOGIA DO ENSINO DE GEOGRAFIA


EMENTA: Concepções de Geografia -a Geografia como Ciência. Compreensão do espaço reduzido pela sociedade (espaço relacional). Aspectos teóricos -metodológicos de ensino da geografia. Objetivos e finalidades do Ensino da Geografia na Proposta Curricular do Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, atendendo as especificidades do Estado do Paraná (quilombolas, indígenas, campo e ilhas). Relação entre conteúdos, método e avaliação. Os conteúdos básicos de Geografia na Educação Infantil e Anos Iniciais. Diferentes tendências da Geografia. Bibliografia e concepção de Geografia como ciência. Análise crítica e elaboração de recursos didáticos para Educação Infantil e Anos Iniciais. Análise crítica dos livros didáticos dos Anos Iniciais.


Indicações Bibliográficas


ALMEIDA, R.; PASSINI, E. O espaço geográfico, ensino e representação. São Paulo: Contexto, 1991.

ALMEIDA, R. D. de. Do desenho ao mapa. São Paulo: Contexto, 2003.


ARCHELA, R. S.; GOMES, M. F. V. B. Geografia para o ensino médio: manual de aulas práticas. Londrina: UEL, 1999.


ANDRADE, M. C. de. Uma geografia para o século XXI. Campinas: Papirus, 1994.


ANDRADE, M. C. de. Geografia ciência da sociedade. São Paulo: Atlas, 1987.


CARLOS, A. F. A. (org.). A geografia na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1999.


CARLOS, A. F. A. (org.) O lugar no/do mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.


CARVALHO, M. I. Fim de século : a escola e a geografia. Ijuí : Unijuí, 1998.


CASTRO,I. et al (org.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.


CAVALCANTI, L. de S. Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Alternativa, 2002.


CAVALCANTI, L S. Geografia, escola e construção do conhecimento. Campinas: Papirus, 1998.


CASTROGIOVANNI, A. C. (org.). Geografia em sala de aula, práticas e reflexões. Porto Alegre: Ed. UFRS, 1999.


CASTROGIOVANNI, A. C. Ensino de geografia práticas e textualizações no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2002.


CHRISTOFOLETTI, A. (org.). Perspectivas da geografia. São Paulo: Difel, 1982.


CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. Introdução à geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.


CUNHA, M. I. da. O bom professor e sua prática. Campinas: Papirus, 1995. EDWARDS, V. Os sujeitos no universo da escola. São Paulo : Ática, 1997.


FORQUIN, J. C. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.


FOUREZ, G. A construção das ciências: introdução à filosofia e à ética das ciências. São Paulo: Unesp, 1995.


FRIGOTTO, G. Trabalho: educação e tecnologia: treinamento polivalente ou formação politécnica? Educação e Realidade, Porto Alegre, n. 14, p. 17-28, jan./jun. 1985.


FREIRE, P. Pedagogia da esperança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.


GADOTTI, M. Pedagogia da terra. São Paulo: Peirópolis, 2000.


GIANSANTI, R.; OLIVA, J. Temas da geografia do Brasil. São Paulo: Atual, 1999.


GUIMARÃES, R. et al. Geografia: pesquisa e ação. São Paulo: Moderna, 2000.


GONÇALVES, C. W. P. Os (des)caminhos do meio ambiente. São Paulo: Contexto, 1999.


GOMES, P. C. da C. Geografia e modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,1997.


GOODSON, Y. Currículo: teoria e história. Petrópolis: Vozes, 1995.


HAESBAERT, R. Territórios alternativos. Niterói: EDUFF; São Paulo: Contexto, 2002.


KOZEL, S.; FILIZOLA, R. Didática da geografia: memórias da terra -o espaço vivido. São Paulo: FTD, 1996.


LACOSTE, Y. A geografia: isso serve, em primeiro lugar para fazer a guerra. Campinas: Papirus, 1988.

MORAES, A. C. R. Geografia : pequena história crítica. São Paulo: Hucitec, 1987.


MORAES, A . C. R. Geografia crítica: a valorização do espaço. São Paulo: Hucitec, 1984.


MORAES, A . C. R. Ideologias geográficas. São Paulo: Hucitec, 1991.


MOREIRA, A. F.; SILVA, T. T. (org.). Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.


MOREIRA, R. O círculo e a espiral (a crise paradigmática do mundo moderno). Rio de Janeiro: Cooautor, 1993.


NIDELCOFF, M. T. A escola e a compreensão da realidade: ensaios sobre a metodologia das ciências sociais. São Paulo: Brasiliense, 1986.


OLIVEIRA, A. U. Para onde vai o ensino da geografia? São Paulo: Contexto, 1989.


OLIVEIRA, A. U. (org.). Reformas no mundo da educação: parâmetros curriculares e geografia. São Paulo: Contexto, 1999.


PASSINI, E. Y. Alfabetização cartográfica e o livro didático. Belo Horizonte: Lê, 1994.


PEREIRA, R. M. A. Da geografia que se ensina à gênese da geografia moderna. Florianópolis: UFSC, 1993.


QUAINI, M. A construção da geografia humana. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.


RUA, J.; WASZKIAVICUS, F.A; TANNURI, M. R. P.; PÓVOA NETO, H. Para ensinar geografia : contribuição para o trabalho com 1o e 2o graus. Rio de Janeiro: Access, 1993.


SANTOS, M. Por uma outra globalização. Rio de Janeiro: Record, 2000.


SANTOS, M. A natureza do espaço técnica e tempo razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.


SANTOS, M. Técnica, espaço e tempo: o meio técnico científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1996.


SANTOS, M. Por uma geografia nova. São Paulo: Hucitec, 1986.


SANTOS, M. Metamorfoses do espaço habitado. São Paulo: Hucitec, 1988.


SANTOS, M. A construção do espaço. São Paulo: Nobel, 1986. SANTOS, M. O espaço interdisciplinar. São Paulo: Nobel, 1986.


SANTOS, M. Espaço e método. São Paulo: Nobel, 1985.


SAVIANI, D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez, 1986.


SILVA, A. C. da. De quem é o pedaço? espaço e cultura. São Paulo: Hucitec, 1986.


SILVA, A. O espaço fora do lugar. São Paulo: Hucitec, 1988.


VESENTINI, J. W. Para uma geografia crítica na escola. São Paulo: Ática, 1992.


STRAFORINI, R. Ensinar geografia: o desafio da totalidade-mundo nas séries iniciais. São Paulo: Annablume, 2004.


SOUZA, J. G. de; KATUTA, Â. M. Geografia conhecimentos cartográficos. São Paulo: Editora UNESP, 2001.

PONTUSCHKA, N. N.; OLIVEIRA, A. U. de (org.) Geografia em perspectiva. São Paulo: Contexto, 2002.


VLACH, V. Geografia em construção. Belo Horizonte: Lê, 1991.


1   ...   31   32   33   34   35   36   37   38   39

Похожие:

Secretaria de estado da educaçÃO iconSecretaría general de alamys

Secretaria de estado da educaçÃO iconSecretaria municipal de gestãO

Secretaria de estado da educaçÃO iconTercera seccion secretaria de energia

Secretaria de estado da educaçÃO iconMinistério da educaçÃO

Secretaria de estado da educaçÃO iconMinistério da educaçÃO

Secretaria de estado da educaçÃO iconMinistério da educaçÃO

Secretaria de estado da educaçÃO iconEducaçÃo física escolar IX enfefe

Secretaria de estado da educaçÃO iconLingüística computacional I: Sintaxe Ministério da Educação

Secretaria de estado da educaçÃO iconDepartamento de estatística e informática- deinfo coordenaçÃo geral de educaçÃo a distância

Secretaria de estado da educaçÃO iconEstado de santa catarina

Разместите кнопку на своём сайте:
Библиотека


База данных защищена авторским правом ©lib.znate.ru 2014
обратиться к администрации
Библиотека
Главная страница