Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social




Скачать 39.21 Kb.
НазваниеPrograma de pós-graduaçÃo em antropologia social
Дата16.12.2012
Размер39.21 Kb.
ТипДокументы



PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

QUINTA DA BOA VISTA S/N. SÃO CRISTÓVÃO. CEP 20940-040

RIO DE JANEIRO - RJ - BRASIL

Tel.: 55 (21) 2568-9642 - fax 55 (21) 2254.6695

www://ppgasmuseu.etc.br

e-mail: ppgasmn@gmail.com




MNA-807 Rituais e Simbolismo

Professora: Mariza Peirano

1º semestre de 2010

Nº de créditos: 03 (três), 45 horas aula, 15 sessões

Horário: 13:00 às 16:00 horas

Local: Sala de Aula do PPGAS


O curso tem como objetivo focalizar a relação entre etnografia, linguagem e teoria antropológica da perspectiva dos rituais. Trata-se de um curso analítico (e não temático), que parte da idéia de que a antropologia sempre incorpora, de forma explícita ou implícita, uma teoria da linguagem. Com tal objetivo, quatro autores de referência (filósofos e linguistas, a saber: Ferdinand de Saussure, Charles Peirce, Roman Jakobson e John Austin) serão lidos no original e contrastados com antropólogos que os tiveram como referência ou inspiração. O curso é direcionado a alunos que já fizeram as disciplinas obrigatórias de teoria antropológica da pós-graduação. Como trabalho final, o aluno deve apresentar uma análise inédita de material etnográfico.



A lista de leituras poderá ser expandida, reduzida ou modificada ao longo do curso, dependendo do desenrolar dos trabalhos em aula.


LEITURAS PARA DISCUSSÃO EM AULA



PARTE I: O QUE É UM RITO?


Tambiah, Stanley J.

1985 - A performative approach to ritual. In S.J. Tambiah, Culture, Thought and Social Action. Harvard Univ. Press, p. 123-166.

Leach, Edmund

2000 [1966] -Ritualization in man. In The Essential Edmund Leach (ed. S. Hugh-Jones & J. Laidlaw). New York: Yale Univ. Press. vol. 1: 148-164.


*O debate clássico

Turner, Victor

1967 - Symbols in Ndembu ritual. In V. Turner, The Forest of Symbols. Ithaca: Cornell Univ. Press, p. 19-47.

1974 – Symbolic studies. Annual Review of Anthropology vol. 4:144-61.

Lévi-Strauss, Claude

1971– Finale. L´Homme Nu. Mythologiques. Paris: Plon.


*Optativo para panorama de estudos antropológicos sobre ritual

Peirano, Mariza

2003 – Rituais. Ontem e Hoje. Rio de Janeiro: J. Zahar Ed.


PARTE II: COMO ANALISAR UM RITO?


Ferdinand de Saussure

1971 - Curso de Linguística Geral (Introdução: cap. 3, 4 e 4; Apêndice: Princípios de fonologia; 1ª parte:­ cap. 1 e 2; 2ª parte: cap. 1 a 6). São Paulo: Cultrix.


Sahlins, Marshall

1981 - Historical Metaphors and Mythical Reali­ties. Michigan University Press.

Lévi-Strauss, C.

1976 – The story of Asdiwal e Four Winnebago myths. In Lévi-Strauss, C. Structural Anthropology, vol. 2: 146-210.

Leach, Edmund

2000 [1964] - A­ni­mal cate­go­ries and verbal abu­se. In The Essential Edmund Leach, op. cit. pp. 322-343.


Charles Peirce

1944 - How to Make our ideas clear; Logic as semiotic: the theory of signs; The principles of phenomenology; In Philosophical Writings of Peirce (selected and edited by Justus Buchler) NY: Dover Publications.


Malinowski, B.

1930 -The problem of meaning. In Ogden, C.K. & I.A. Richards (eds.) The Meaning of Meaning. 3ª ed. London: Kegan Paul.

Silverstein, Michael

1997 - Language as part of culture. In Sol Tax e Leslie G. Freeman (eds.) Horizons of Anthropology (4ª edição). Chicago: Aldine Publishing Company. pp. 119-131.

Crapanzano, Vincent

1992 - Text, transference and indexicality. In Hermes' Dilemma & Hamlet's Desire. On the epistemology of interpretation. pp. 114-134.

1992 - The self, the third, and desire. In Hermes' Dilemma... pp. 70-90.

1992 - On self characterization. In Hermes' Dilemma... Cambridge, Mass.: Harvard University Press. pp. 91-112.

1994 - Kevin: on the transfer of emotions. American Anthropologist, vol. 96, n. 4: 866-884.

Santos, Ana Flávia M.

2002 – Peirce e O Beijo no Asfalto. In M. Peirano (org.) O Dito e o Feito. Rio de Janeiro: Relume Dumará. Pp. 43-47.

Valentine Daniel, E.

1996 – Violent measures. In Charred Lullabies. Princeton, NJ: Princeton Univ. Press. pp. 73-103.

Muniesa, Fabian

2007 – Market technologies and the pragmatics of price. Economy & Society vol. 36 (3): 377-395.

Calvino, Italo

1983 - The written and the unwritten words. New York Review of Books, 12 de maio.


Roman Jakobson

1971 – Selected Wwritings, vol.2: Word and Language: (i) Quest for the essence of language; (ii) Linguistics and poetics; (iii) Visual and auditory signs; (iv) Shifters, verbal categories and the Russian verb; (v) The linguistic problems of aphasia; (vi) A few remarks on Peirce: pathfinder in the sciences of language.


Tambiah, Stanley

1984 [1968] -The magical power of words. In Culture, Thought and Social Action, Harvard University Press, p. 17-49.

Peirano, M.

1994 – As árvores Ndembu. A Favor da Etnografia. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, p. 49-117.

Aranha, Jayme

2002 – Jakobson a bordo da Voyager. In M. Peirano (org.) O Dito e o Feito. Rio de Janeiro: Relume Dumará. pp. 49-82.

Fox, James

1971 -Semantic parallelism in Rotinese ritual and language. In Bijdragen to de Taal vol. 127 p. 214-44.

Comerford, John

1999 – Fazendo a Luta. Rio de Janeiro: Relume Dumará, cap. 4.


J.L. Austin

1974 - How to Do Things with Words. Harvard Univ. Press.


Tambiah, Stanley

1984 [1973] -Form and meaning of magical acts. In Culture, Thought and Social Action, Harvard University Press, pp. 60-86.

1996 - Relations of analogy and identity. Toward multiple orientations to the world. In David Oolson e Nancy Torrance (eds.) Modes of Thought. Explorations in Culture and Cognition. Cambridge Univ. Press.

Teixeira, Carla

2002 – Das Bravatas. Mentira ritual e retórica da desculpa. In M. Peirano (org.) O Dito e o Feito. pp. 113-132.

Trajano, Wilson

2002 – A nação na web: rumores de identidade na Guiné-Bissau. In M. Peirano (org.) O Dito e o Feito. pp. 84-112.

Kondo, Dorinne

1984 -The way of tea: a symbolic analysis. In Man vol. 20, pp. 287-306.


Parte III: MONOGRAFIAS



A definir




Похожие:

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconPrograma de Pós-Graduação em Design

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconInteressado(s): Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação – Divisão de Pós-Graduação

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Industrial Doutorado em Engenharia Industrial

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconCoordenação de Pós-Graduação em Informática

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconDepartamento de Pós-Graduação curso de especializaçÃo em

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconPRÓ-reitoria de pesquisa e pós-graduaçÃO

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconPÓs-graduaçÃo em engenharia mecânica área de: projetos

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social icon20 anos de Pós-Graduação no ig-unicamp: uma coletânia dos resumos das

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconUniversidade Estadual da Paraíba Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Centro de Ciências e Tecnologia

Programa de pós-graduaçÃo em antropologia social iconRegulamento e Estrutura Curricular do Curso de Pós-Graduação Stricto Sensu em Física, no nível de mestrado, do Centro de Ciências e Tecnologia da Universidade Federal de Campina Grande

Разместите кнопку на своём сайте:
Библиотека


База данных защищена авторским правом ©lib.znate.ru 2014
обратиться к администрации
Библиотека
Главная страница